Inscrições

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Inscrições

Mensagem por Emily Lisbeth Stoker em Qua Mar 06, 2013 3:12 pm

Panem
Regras
____________________________________________________________________________________________________

Para ser um Idealizador, preencha a ficha abaixo e poste-a NESTE TÓPICO, depois de ler as regras específicas.

x Nome do personagem:
x Idade:
x Por que quer ser um Idealizador?
x Crie um exemplo de alguma parte da Arena (não completa). Lembre-se de que está é apenas a ficha e que as sugestões válidas serão somente na área da idealização.
x Demais contas. (Para maior privacidade, também pode ser enviada à mim via MP.)

credits template: haric freitas
avatar
Emily Lisbeth Stoker
Presidente de Panem
Presidente de Panem

Mensagens : 348
Data de inscrição : 16/04/2012

Ver perfil do usuário http://rpgpanem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inscrições

Mensagem por Lucian Anschau em Qua Mar 06, 2013 5:42 pm

x Nome do personagem: Lucian Connor Anschau
x Idade: 30 anos
x Por que quer ser um Idealizador? Sou uma pessoa criativa e sádica o suficiente a ponto de preparar uma arena que mexerá não só com o físico, mas também com o emocional de cada tributo, deixando-os ainda mais vulneráveis, levando-os aos extremos.
x Crie um exemplo de alguma parte da Arena (não completa). Lembre-se de que está é apenas a ficha e que as sugestões válidas serão somente na área da idealização.

CORNUCÓPIA

Calor. Vento. O céu é de um azul tão brilhante que arderia os olhos daqueles que olhassem por muito tempo. Sem nuvens, ou seja, sem chuva, ou quase isso. Os vinte e quatro tubos estão posicionados em linha reta, um lado do outro com uma distância segura para que nenhum incidente aconteça antes do sinal para o início dos Jogos. A única coisa que pode refrescar os tributos ali, ainda nos tubos, é o vento, que trás cheiros diferentes, de terra e de sangue. Ninguém sabe de onde vêm os cheiros. A arena é enorme, uma savana. O capim dourado ladeia os tubos e aqueles que prestarem bastante atenção, vão saber que ao pularem para dentro do labirinto de capim brilhante, estarão já fadados a ficarem perdidos, ou pior, fadados a serem mortos por coisas que não conseguem enxergar. Essa capim que ladeia os tubos tem mais de um metro e meio de altura, dificulta a corrida e é necessário o uso das mãos para afastá-los para que o corpo se mova com mais agilidade, apesar disso, o capim é fino e não é difícil de arrancá-los com as mãos. O capim se estende por cinco metros à frente dos tubos sem diminuir o tamanho, após os cinco metros, seu tamanho vai diminuindo aos poucos e aos vinte metros de distância dos tubos, o capim dourado não passa de cinquenta centímetros. E é nessa mesma distância que os itens começam a aparecer. Pequenos saquinhos plásticos lacrados jogados em meio capim contêm sementes comestíveis e frutas secas, dez metros à frente, há três estojos pretos que guardam, cada um par de sais extremamente afiados com cerca de vinte centímetros de lâmina, porém nessa mesma área, escondidas pelo belo capim dourado que reluz ao sol, estão as tão temidas armadilhas de mandíbulas, que consistem de um conjunto de garras de aço inoxidável, completo com dentes afiados, que salta para cima em colapso nos membros dos tributos inocentes. Essas armadilhas estão propositalmente distribuídas próximas aos estojos com os sais, tributos descuidados poderão perder seus pés, ou pior, ficar à deriva até algum bom coração resolver tirar sua vida. Também próxima as armadilhas de mandíbulas, estão as mochilas, tamanho pequeno num tom de marrom escuro. As mochilas são reforçadas nas alças e possuem diversos bolsos nas laterais para o armazenamento de objetos menores. As mochilas pequenas são compostas por um par de luvas sem dedos de material antideslizante, um frasco com pomada cicatrizante, uma garrafa preta pequena vazia e uma faca com exatamente quinze centímetros de lâmina serrilhada com cabo emborrachado para moldar-se aos dedos de quem a usa. Existem seis dessas mochilas pequenas espalhadas ao redor de uma enorme árvore de tronco grosso. Os saquinhos plásticos ficam maiores próximos dessa árvore, contendo tirinhas de carne seca. Existem duas clavas medievais tamanho médio – cerca de cinquenta centímetros cada – com espinhos poderosos, cada espinho mede cerca de cinco centímetros. As clavas de tamanho médio não são pesadas, mas se manuseadas de forma errada podem acarretar torções nos pulsos.

Tributos que conseguirem chegar vivos até a enorme árvore, à quarenta metros dos tubos, terão mais um enorme desafio se quiserem permanecer nos jogos bem armados. A Cornucópia não é em terra firme, e sim, suspensa numa plataforma de madeira a quinze metros do chão, plataforma que está nos galhos da árvore. Da base dessa plataforma de madeira, estende-se até chão, doze cordas ligeiramente grossas que suportam até duzentos quilos. Os tributos precisam saber escalar e não ter medo de altura. Atenção: o número de cordas é de doze, e são vinte e quatro tributos. Viver ou morrer? Já nesse exato momento, todos devem tomar decisões tensas. As cordas são presas à base da plataforma de madeira por poderosos ganchos de ferros que podem ser removidos com a ajuda de alguma arma. Tributos espertos saberão como usar isso a benefício próprio. Após a escalada de quinze metros, encontra-se finalmente, o chifre dourado, sustentado pela plataforma de madeira reforçada que possui 300m². Três facas com cerca de doze centímetros de lâmina de dois gumes cada, e mais três facões com quarenta centímetros de lâmina com cabo anatômico. Na entrada do chifre estão três mochilas de tamanho médio, também pretas e com alças reforçadas, assim como as outras, essas mochilas possuem um saco de dormir com padrões de camuflagem, uma caixa de fósforos, um par de luvas sem dedos feita de material antideslizante, analgésicos, uma garrafa preta média vazia e canivete de dez centímetros com três lâminas diferentes, uma serrilhada, uma parecida com um alicate e outra lâmina que possui dois gumes. Dentro do chifre, pendurados de forma que pareçam ainda mais atraentes, estão dois machados medievais de duas faces, logo ao lado desses machados encontra-se mais outros dois, são machadinhas de uma só face, leves e fáceis de seres arremessadas. No local mais alto do chifre estão, uma espada medieval, um escudo redondo de bronze que pode ser usado tanto nas costas, quanto no braço, o centro do escudo é enfeitado pela insígnia brilhante da Capital e também um arco acompanhado por uma aljava com doze flechas. Há diversos frascos de iodo espalhados por uma prateleira dentro do cifre, os frascos não são de vidro, mas são delicados. Ao lado dos fracos de iodo há um estojo preto, grande e aveludado, guardando uma zarabatana convencional muito resistente, dentro do estojo há também doze capsulas de envenenadas para serem usadas com a arma. Dando a volta no cifre podemos encontrar duas mochilas grandes, que possuem os mesmos itens das mochilas médias, porém com o acréscimo de um vidro de álcool etílico, ataduras e um saquinho de biscoitos de chocolate. Os tributos que chagarem a esse ponto da Cornucópia, poderão ver a escada feita de cordas, enrolada com cuidado. Com um chute, o tributo pode empurrada para baixo, podendo assim, descer da plataforma sem precisar saltar ou se machucar. Existe apenas uma escada e as doze cordas suspensas na base que se estendem até o chão, são as únicas maneiras de descer sem precisar pular.

x Demais contas. No no no -qn
avatar
Lucian Anschau
A Capital
A Capital

Mensagens : 7
Data de inscrição : 05/01/2013
Idade : 35

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inscrições

Mensagem por Nyx Bailee Weightt em Qui Mar 07, 2013 1:09 pm

x Nome do personagem: Nyx Bailee Weightt
x Idade: 22 anos
x Por que quer ser um Idealizador? Meu pai era um Idealizador, quem melhor para seguir os passos de uma famosa mente insana para criar coisas maravilhosas para uma arena? Eu, claro! Criativa, sem medo de ousar, sempre querendo inovar e deixar os tributos à flor da pele (em todos os sentidos) com armadilhas, forçando-os a provar a todo momento sua capacidade física e emocional, divertindo e encantando todos os cidadãos de Panem ao assistirem os Jogos.
x Crie um exemplo de alguma parte da Arena (não completa). Lembre-se de que está é apenas a ficha e que as sugestões válidas serão somente na área da idealização.

O ar é pesado, úmido e frio. A arena é subterrânea, cavernas escuras repletas de perigos que estão à espreita no escuro que ladeia tudo. O chão da caverna é escorregadio, equilíbrio e firmeza são essenciais para que qualquer um ali dentro consiga caminhar sem levar tombos. Cada tributo está em posse de uma lanterna, que ajuda na iluminação, mas também atrapalha, já que todos os outros tributos poderão ver sua localização. Para ajudar os participantes, na Cornucópia existem seis óculos de visão noturna, que dá uma extrema vantagem para os sortudos que conseguirem pegá-los. Os perigos desse tipo de arena são diversos, que vão de ratazanas carnívoras à seres estranhos que homem nenhum nunca jamais vira caminhando sobre a terra. Assemelham-se a um ser humano, mas a pele é ser cor, pálida e úmida, sem nenhum pelo. Esguios e encurvados, são rápidos e fazem grunhidos estranhos, como se estivessem constantemente roendo um osso. Esses seres são conhecidos por Homens Sereia pelos Idealizadores. Possuem brânquias para respirar dentro d’água, onde são mais ágeis, mas menos mortais, já que seus dentes só ficam expostos quando estão em terra firme. A mandíbula desse ser pode ter uma força equivalente a um peso de 270kg, que pode ser fatal a um humano, dependendo do local do corpo a ser ferido (Homens Sereias são quase completamente cegos, se guiam por cheiro de sangue e barulhos que vão desde de gritos ao simples respirar ofegante). Outros perigos estão espalhados para todos os lados como baratas venenosas (soltam um muco que arde os olhos, provoca tontura e desmaio) e morcegos do grito (o grito pode estourar tímpanos e causar loucura). A caverna possui diversos túneis, todos eles, no final de tudo, levam para o mesmo local: a superfície, que é na verdade, um cemitério, decorado para mexer com o psicológico dos sobreviventes que conseguirem chegar nessa última etapa. O cemitério, não é nada mais que um campo de terra escura, sem vida, coberto por uma grama quase morta e ladeado de árvores altas e sem folhas. Corpos diversos estão espalhados pelo local, e cada um deles é alguém amado pelos tributos. Irmãos, pais, avós e primos, todos estarão ali, deixando-os sem saber se aquilo é real ou puramente articulado para fazê-los enlouquecer. A luta final acontece nesse estágio dos Jogos.

Ps.: as cavernas podem ser trocadas por túneis de esgoto também. Exemplo 1 e 2.

x Demais contas. A Shady do D5 :3
avatar
Nyx Bailee Weightt
A Capital
A Capital

Mensagens : 3
Data de inscrição : 07/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inscrições

Mensagem por Kenzie McShyde em Sex Mar 08, 2013 12:34 pm

x Nome do personagem: Mackenzie Syler McShyde (Kenzie McShyde)
x Idade: 27 anos
x Por que quer ser um Idealizador? Sinto prazer em testar as limitações humanas, sejam elas físicas ou mentais. Quando uma pessoa está acuada ou em uma situação de extrema tensão, ela é capaz de fazer coisas inacreditáveis, principalmente se for para sobreviver e é nesse momento que eu entro. Como sadismo não é problema, sou ótima em arrancar o melhor e o pior das pessoas, o que prova que posso levar os tributos a um nível de adrenalina tão intenso ao ponto de transformá-los em matadores ávidos por vitória. Vidas serão perdidas, sangue será derramado, mas, ao final de tudo, eu darei a toda a Panem um espetáculo como nunca se viu antes.

x Crie um exemplo de alguma parte da Arena (não completa). Lembre-se de que está é apenas a ficha e que as sugestões válidas serão somente na área da idealização.

Calor sufocante. O céu é negro e não há estrelas, além disso, o ar quente que se espalha pelo local, dificulta a respiração e até a pouca luz existente parece ser ameaçadora. Um cheiro de fumaça mistura-se ao odor de sangue que paira no ar, trazendo mais prenúncios de morte. Os tributos agora se veem em uma arena que parece se fechar cada vez mais sobre suas cabeças. As laterais são imensos paredões rochosos, cobertos de musgos que os deixam lisos demais para uma escalada. Além disso, um súbito tremor violento engoliu boa parte do solo, fazendo surgir um perigoso abismo ao redor de toda a arena, o que obriga os tributos que tiveram a sorte de chegar nesta última fase a seguirem em frente. Conforme avançam, uma vasta clareira se estende a vários metros de distância, mas nesse trecho o solo está instável e lamacento, fazendo com que os pés sejam engolidos pela terra, o que dificulta os movimentos, já que a lama é densa e o terreno pode ceder, fazendo-a chegar até a altura dos joelhos. São quinze metros de terra lamacenta, o que torna esse percurso muito mais exaustivo para aqueles que estão feridos. Mas apesar disso, a iluminação está melhor, possibilitando a visualização de novos itens que podem tanto ajudar, quanto dificultar a situação dos tributos. Um pesado machado medieval de dupla face, uma corda dupla com um gancho que pode suportar até cem quilos, e um arco com aljava portando doze flechas, estão expostos sobre uma pequena rocha, bem no centro da clareira. Mas, enquanto os últimos sobreviventes dão seu sangue para conseguirem atravessar o trajeto de lama e chegar até as armas e a corda, um novo terremoto pega à todos de surpresa, trazendo muito mais do que apenas um desabamento de terra. Do interior do abismo que cerca a arena, escutam-se rugidos e outros sons estranhos semelhantes a guinchos. Se antes já havia tensão entre os tributos, no momento em que eles percebem a aproximação rápida de um trio de bestantes, a tensão triplica e eles precisarão agir rápido para não serem devorados. Todos os três bestantes são diferentes um do outro. O bestante gigante é quase do tamanho de uma zebra, sua pele é cinzenta, o que facilita para se camuflar, além disso, ele tem duas cabeças e seus dentes lembram os de um tubarão. Com um simples puxão ele pode arrancar a metade de um corpo e devorá-lo em questão de segundos. A cor dos olhos é verde-escuro e o formato é semelhante aos de um gato. O bestante menor tem o tamanho de um cão São Bernardo. Sua pele é azulada e exala um cheiro horrível. Como um Cíclope, ele tem um olho só bem no meio da testa, mas enxerga muito bem e seus sentidos são extremamente apurados. Dos três, ele é o único que tem um rabo, ou melhor, uma cauda bem parecida com a de um escorpião. Existe um ferrão na ponta e o veneno deixa a vítima paralisada, sem que ela possa se mexer, enquanto está sendo devorada. O terceiro é o bestante alado. Ele possui duas asas enormes, semelhantes as de um morcego. Seu corpo é do tamanho de um cão normal de trinta e cinco quilos e seu voo é muito rápido. Esse bestante é albino e seus olhos são sensíveis a luz, o que pode dar uma vantagem aos tributos que possuírem lanternas e sinalizadores. O bestante alado possui garras enormes e envenenadas, seu guincho não provoca hemorragias, mas pode afetar a vítima, fazendo-a ficar confusa e até perder os sentidos.

Os tributos que conseguirem escapar dos bestantes, levando consigo pelo menos um dos itens encontrados na clareira, ainda terão um último desafio antes de chegarem a Cornucópia: O Tripêndulo. É um pêndulo gigante, suspenso por um guindaste de ferro maciço que mede trinta metros de altura. Esse guindaste está do outro lado do abismo, onde se encontra a Cornucópia. Para que os tributos restantes consigam chegar com vida ao outro lado, eles terão que passar pelo tripêndulo, que foi colocado estrategicamente acima de uma grossa plataforma de gelo, semelhante a uma ponte estreita de trinta e cinco metros de comprimento. O tripêndulo divide-se em três partes: O pêndulo menor está na frente, situado logo no início da plataforma. É repleto de lâminas envenenadas que medem de dez à doze centímetros, além de ser giratório. O pêndulo médio fica no centro e é feito com uma clava medieval. Os espinhos da clava tem cerca de sete centímetros cada. E por último - mas não menos importante - está o pêndulo maior. Situado do outro lado da plataforma, esse pêndulo é o obstáculo final para o tributo vencedor. Seu formato é redondo, tendo lâminas menores na parte superior e maiores na parte inferior. As lâminas superiores giram no sentido anti-horário, e as inferiores no sentido horário. Os três pêndulos movimentam-se de um lado para o outro, sempre de forma alternada. Eles também ficam um atrás do outro e estão presos por cabos de aço que estão ligados ao braço do guindaste. Tributos bem treinados e observadores, perceberão que existe uma distância segura entre cada pêndulo, o que pode facilitar na hora da passagem. A questão é: Qual o momento certo para atravessar? Além disso, existem três fatores que não podem ser ignorados.

1 - Os bestantes ainda estão rondando a área, então além da tensão extrema, do cansaço físico e mental, e dos possíveis ferimentos adquiridos, os tributos ainda terão que ficar espertos e precisarão ter muito sangue frio para passar pelo tripêndulo. O mínimo descuido pode ser fatal.

2 - O calor na arena está fazendo com que a plataforma de gelo derreta rapidamente. Então, se o último participante não conseguiu pegar a corda como garantia, poderá acabar se dando muito mal.

3 - Manter o equilíbrio sobre uma plataforma de gelo derretendo já não é nada fácil. A situação fica ainda pior com o abismo esperando para engolir o tributo. Caso esse tenha medo de altura, ele pode travar na plataforma e acabar sendo lançado pelos pêndulos abismo abaixo.

x Demais contas. Nope!
avatar
Kenzie McShyde
A Capital
A Capital

Mensagens : 23
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Inscrições

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum